Boletim de Eventos e Relatórios – IEA USP

Agenda


Especialistas em educação discutem qualidade do ensino básico no Brasil

A qualidade e os principais desafios da educação básica pública serão debatidos no IEA no próximo dia 9 de outubro, das 9h às 17h. Organizado pelo Grupo de Estudos Educação Básica Pública Brasileira: Dificuldades Aparentes, Desafios Reais, o evento acontecerá na Antiga Sala do Conselho Universitário da USP, com transmissão ao vivo pela internet. Na parte da manhã, falarão Guiomar de Mello, ex-secretária da Educação da cidade de São Paulo, e Luís Carlos Menezes, membro do Conselho Estadual de Educação em São Paulo e consultor da Unesco para propostas curriculares. À tarde, a mesa terá José Nalini, secretário de Educação do Estado de São Paulo, e Nilson Machado, coordenador do Grupo de Estudos. Para participar presencialmente, faça sua inscrição.


Analistas discutem turbulências políticas na América Latina e Europa, e seu impacto na democracia

A crise da democracia será tema de um evento nos dias 10 e 11 de outubro. Democracias em Crise? Experiências Europeias e Latino-Americanas inicia-se com um talkshow para comentar as experiências na Europa e América Latina, a partir das 19h, no auditório do Goethe-Institut. No dia seguinte, às 9h, na Sala de Eventos do IEA, o debate abordará o que é uma crise da democracia, suas variantes e causas, de acordo com as experiências brasileira, europeia e latino-americana. A organização é da Cátedra Martius de Estudos Alemães e Europeus, Fundação Friedrich Ebert (FES), do Goethe-Institut São Paulo e Grupo de Pesquisa Qualidade da Democra cia do IEA. Todo em inglês, o evento terá tradução simultânea, com transmissão ao vivo pela web apenas no segundo dia. A participação presencial requer inscrição prévia.


Um ciclo de seminários sobre instituições, dirigentes culturais e exposições de artes visuais

Até novembro deste ano, a Cátedra Olavo Setubal de Arte, Cultura e Ciência realiza o ciclo Cultura, Institucionalidade e Gestão, com encontros sobre as principais instituições culturais brasileiras, gestores culturais e exposições que marcaram o país de 1949 a 2015. Os expositores são dirigentes, pesquisadores e artistas. Os cinco seminários já realizados trataram de cinco instituições (Museu Afro Brasil, Sesc São Paulo, Bienal, Masp e o Itaú Cultural) e quatro dirigentes (Ricardo Ohtake, Ariano Suassuna, Walter Zanini e Paulo Emílio Salles Gomes). O próximo será dia 10 de outubro, às 14h30, no Pavilhão da Bienal, e tratará da experiência como gestores culturais de Paulo Herkenhoff, atual diretor cultural do Museu de Arte do Rio (MAR), e Carlos Augusto Calil, ex-secretário de Cultura do município de São Paulo e que já dirigiu diversas instituições. Inscreva-se e confira a programação completa do ciclo. Todos os eventos são abertos ao público em geral.


Obra de Hélio Oiticica é tema de seminário no IEA e dossiê da revista “Ars”

Representante da vanguarda artística brasileira das décadas de 1960 e 1970, Hélio Oiticica será tema de um seminário no IEA para discutir “o crescimento de sua fortuna crítica”, assim como a realização de novas experiências curatoriais e editoriais que ocorreram na última década. Neste mesmo dia, será lançado um dossiê sobre Oiticica na Revista Ars, uma publicação quadrimestral do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Escola de Comunicação e Artes (ECA) da USP. O evento acontece na Antiga Sala do Conselho Universitário da USP, com transmissão ao vivo, nos dias 25, 26 e 27 de outubro, sempre a partir das 10h. Para participação presencial, é necessário inscrição prévia.


Documentário


IEA e Faculdade de Medicina lançam documentário sobre dificuldades de locomoção na região do HC

O acesso ao maior complexo hospitalar da América Latina, o Hospital das Clínicas (HC) da Universidade de São Paulo, foi documentado em um filme produzido por alunos e funcionários do IEA, Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) e HC. “‘Dis’Mobilidade Urbana” mostra as dificuldades de locomoção e transporte que envolvem a região do HC e como isso afeta seus pacientes, principalmente aqueles que têm mobilidade reduzida. O documentário foi lançado no dia 20 de setembro, na FMUSP, e reexibido no dia 23 no Cinearte, no Conjunto Nacional, encerrando a programação da Virada da Mobilidade. O filme está disponível no YouTube.


Pesquisa


Ano Sabático do IEA tem pesquisadores definidos para 2018

O grupo de professores da USP que participará do Programa Ano Sabático do IEA em 2018 já está definido. Serão seis docentes no total, cinco com projetos de um ano e um com projeto de seis meses. Os nomes foram divulgados no dia 30 de setembro, no Diário Oficial do Estado. Após análise dos projetos de 14 candidatos, o Conselho Deliberativo do IEA selecionou pesquisadores das áreas de arqueologia; artes cênicas e moda; história; administração e inovação; direito e políticas públicas; e educação. O grupo é formado por professores do MAE, ECA, FFLCH, FEARP, FD e EACH da USP.

Deixe uma resposta

Protected by WP Anti Spam