Expulsão das comunidades indígenas e desmatamento são temas de documentário

O documentário “La necedad del hombre blanco” já tem data de estreia marcada: nos dias 16 e 19 de abril, às 20h, o público poderá assistir a obra através das plataformas Cine Air Play e Youtube. Os interessados devem criar uma conta no site do Cine Ar Play para poder acessar o conteúdo. No Youtube, o acesso deve ser feito durante o período de estreia, no canal “La Necedad Del Hombre Blanco”.

A obra de Celeste Casco aborda a violação dos direitos dos povos indígenas a partir do crescimento econômico, ilustrando o desmatamento do Chaco, na região Oeste do Paraguai, e a expansão das monoculturas na Região Leste do país. O documentário também aborda como esse movimento é perpetrado por pecuaristas e resulta na expulsão das comunidades indígenas de suas próprias terras.

Segundo o estudo Global Forest Change de 2013, produzido pela Universidade de Maryland, a floresta do Chaco possui a maior taxa de desmatamento do mundo devido às fazendas de gado. De acordo com o documentário, cerca de 800 hectares da floresta são desmatados diariamente.

O filme é um retrato do desastre causado pelos movimentos de modernização. Ao mesmo tempo, traz sabedorias ancestrais que fazem o público repensar nas formas de estar no mundo em equilíbrio com todos os seres vivos.

Sobre a diretora

Celeste Casco nasceu em Puerto Libertad na província de Misiones, Argetina. Tem formação em Ciências Jurídicas, Políticas e Sociais pelo Instituto Superior Antonio Ruiz de Montoya (INSPARM, Posadas, Misiones). Cursa pós-graduação em Indústrias Culturais na Universidade Nacional de Três de Fevereiro (UNTREF). Produz curtas e longa-metragens de ficção e documentário. É integrante da Red de Realizadores de Misiones.

Deixe uma resposta

Protected by WP Anti Spam