Convocatória para a edição n.37 da Revista ALAIC

A ALAIC – Associação Latino-Americana de Investigadores da Comunicação surgiu diante da importância e necessidade de articulação entre a comunidade acadêmica da área de Comunicação na América Latina.

Há cada 2 anos é a AILAC produz um congresso que conta com participantes da área da Publicidade, Relações Públicas e Jornalismo de toda a América Latina e ao final de cada evento é eleita uma nova cidade da A.L para sediar a próxima edição. O Processocom está presente em todas as edições, além de contar com participantes que fazem parte de algumas das coordenações dos GTs .

Cada edição é composta por 19 Grupos Temáticos e conta com apresentações de artigos acadêmicos de pesquisas realizadas na América Latina envolvendo temáticas relacionadas a área. Além disso, são realizados Grupos de Interesse, oficinas e um encontro Júnior.

As pesquisas apresentadas resultam em um dossiê publicado pela AILAC.

📍 A AILAC está com chamadas abertas para 2021!

Gostou e quer fazer parte da próxima edição? Estã abertas as chamadas para o dossiê de 2021 com a temática “Comunicação e a cidade: formas de habitar durante as transformações sociais“! Confira os detalhes e submeta seu trabalho:

Para esta edição da Revista Latinoamericana de Ciências da Comunicação, fazemos a convocatória para reunir a produção científica do campo da Comunicação e Cidade, com o alvo nas diferentes dimensões e questões da cultura urbana, seus processos de subjetivação e as dinâmicas mediacionais respectivas.

As questões relativas das concepções do espaço público, do lugar antropológico, e as práticas cotidianas, a partir dos diversos tipos de dinâmicas sociais e políticas que direta e indiretamente incidem na vida urbana, são abordadas com especial ênfase na problematização do comunicacional.

Por isso, este dossiê está focalizado nos lineamentos gerais de GT15, mas com especial ênfase nas formas de habitar durante as transformações sociais, particularmente as mais recentes acontecidas na América Latina.

Desde uma perspectiva complexa e composicional da noção do território, as urbanidades latino-americanas não se limitam dentro de fronteiras dos Estado-nações: redes diaspóricas em outras cidades, produções culturais marcadas por suas qualidades híbridas, articulam-se em redes que atravessam territórios e constituem formas de habitar com dinâmicas desterritorializadas e reterritorializantes, nas ruas como no ciberespaço.

É assim que o desenho do espaço-tempos do habitar humano contemporâneo emerge como horizonte para a abordagem da produção, intercâmbio e consumo de sentidos e significações, as lutas pelo direito às cidades desde diversas formas de organização, as mediações tecnológicas dos diferentes ambientes de vida e a apropriação singular de formas de representação do social, entre outros, a partir de práticas e fazeres, segundo capacidades de agência e manipulação de materiais de expressão que nos conformam como habitantes, citadino, cidadão, residente e todo tipo de subjetivação como parte do processo em questão.

Temáticas sugeridas para o dossiê:

1) O direito à cidade e a liberdade de comunicação
2) Comunicação, cidade e pandemia
3) Comunicação, formas de habitar de populações em crise
4) Comunicação e sua articulação em territórios urbano/rurais
5) Comunicação, cidade e cidadanias em mudança
6) Comunicação, cidade e gênero
7) Comunicação, cidade e interculturalidade
8) Comunicação e cidades diaspóricas (migração, refúgio, deslocamentos internos)
9) Descolonização, anti-colonização para a narrativa de velhas/novas cidades
10) Mídias e seus imaginários sobre as formas de habitar
11)  Comunicação digital e cidadania em desterritorialização
12) Comunicação e redes comunicacionais urbanas nas novas fronteiras da governança local/global

Diretrizes para autores:

As submissões devem ser feitas até 15 de abril de 2021. Os textos devem seguir as normas da Revista Latinoamericana de Ciencias de la Comunicación e devem ser submetidos AQUI.

Deixe uma resposta

Protected by WP Anti Spam